Artigos da Revista Contato

⇒   Edição do Mês
⇒   Guia de Edições
⇒   Assine Já!
Pesquise

Edição: 2004 Dezembro

Contato pessoal

Mais um Natal se aproxima e, se você não for uma exceção, é possível que, por causa de tudo que acontece nesta época, ainda não tenha encontrado tempo para parar e pensar sobre a razão da comemoração. Se for assim, aqui está sua chance! Esta edição da Contato trata justamente da questão de trazer de volta o verdadeiro sentido do Natal e a alegria inerente a essa ocasião.
Para começar, incluímos aqui um texto escrito há quase 100 anos pelo poeta e teólogo americano Henry Van Dyke (1852–1933) intitulado “Viver o Natal”. As perguntas que ele apresenta nos fazem refletir nesse assunto e são tão válidas hoje como na época em que foram feitas.

Melhor que observar o Dia de Natal é vivê-lo.
Você está disposto a esquecer o que fez pelos outros e se lembrar do que fizeram por você?
Ignorar que o mundo lhe deve e pensar na dívida que tem para com o mundo?
Está pronto para, num certo sentido, rebaixar-se e considerar as necessidades e os desejos das crianças?
Lembrar-se da fraqueza e da solidão dos que estão perdendo a juventude?
Parar de querer saber se os seus amigos gostam mesmo de você e se perguntar se você os ama como deveria?
Enterrar os seus pensamentos ruins e fazer um canteiro para os sentimentos ternos, deixando o portão sempre aberto?
Você está disposto a fazer tais coisas ainda que seja por apenas um dia?
Se o fizer estará vivendo o Natal.
Está disposto a crer que o amor é a maior força no mundo — mais poderoso que o ódio e mais forte que a morte? E que a Vida bendita, que começou em Belém há muitos anos, representa o amor eterno e seu fulgor?
Se assim for, poderá viver o Natal.

Nós, da sua Revista Contato, desejamos que Deus abençoe você e os seus com Seu amor e que sejam invadidos por uma alegria profunda neste Natal e sempre.

Mário Sant’Ana
Pela família Contato
 

Voltar | Subir

Conteúdo


Ampliar Capa